quarta-feira, 2 de abril de 2014

Venham mais...100 !




Quando em 1977, fizemos aparecer a Meia Maratona de S. João das Lampas, começámos a sonhar alto e a imaginarmos o quanto importante seria para nós, termos aqui, neste “fim do mundo” uma prova com um milhar de atletas! Em 2013 - 36 anos depois - ultrapassámos os 700 e estamos em crer que em 2014, no dia 13 de Setembro, estaremos a rondar os 1000 sonhados!
Houve aqui, como é fácil de ver, um crescimento cauteloso, não porque o quiséssemos, mas porque nunca tivemos  o engenho nem a  vontade para nos impormos. Nem achámos isso importante. O próprio evoluir lento da prova foi-nos dando a experiência para que, em cada ano, fosse-mos  obtendo a confiança dos atletas e das entidades apoiantes. A Meia Maratona de S. João das Lampas tornou-se, assim, uma das clássicas de que muito nos orgulhamos.
Condição diferente é a do Trilho. Aparece uma 1ª edição com uns estrondosos 300 atletas (não negamos que a colagem à MMSJL pelo facto de se tratar da mesma organização – que já tinha granjeado a simpatia de muitos amigos – teve grande influência) e sem que tivéssemos a mínima experiência na organização de provas de trilhos. Com surpresa para uns, sem surpresa para outros,  o 1º Trilho obteve uma crítica muito favorável por parte dos atletas, o que levou a ATRP (Associação de Trail Running de Portugal) a incluir a 2ª Edição no Circuito Nacional de Trail. Honrosamente, para nós.
Sabíamos que iríamos ter mais atletas. Por isso, estabelecemos um tecto , pois sempre tivemos em mente a necessidade de ir consolidando a experiência, aprendendo com os erros em cada ano, como aconteceu na MMSJL, dando sustentabilidade ao evento. Esse tecto, dizia eu, era de 500! E confesso que estávamos a ser optimistas. Aguentar-nos-íamos?  Ponderámos e achámos que sim. Havia que nos prepararmos para uma logística que apontasse para esse número nas parcas condições que temos. Acontece que, faltando mais de um mês para a data da prova, esse número foi atingido. E agora? Complicaria muito aceitarmos mais 100? Não éramos nós que sonhávamos ter aqui uma prova com 1000 atletas?
Seria contrário ao nosso espírito, não permitir a inscrição de mais atletas, quando queríamos muito que eles viessem .
E foi assim que decidimos aceitar mais 100, para engrossar o grande pelotão que percorrerá o Trilho das Lampas. Há quem receie que a quantidade de atletas possa fazer baixar a qualidade. Mas nós achamos que não, tanto mais que é preciso continuar a fazer jus ao espírito do trilho, em que a vertente competitiva não é a mais importante da Prova . Sabemos que é maior a nossa responsabilidade, mas continuaremos a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para que se sintam bem connosco. E esperamos também que os atletas continuem a ser simpáticos com a nossa organização que precisa muito da colaboração de todos.  Que cada um de nós cumpra o seu papel.

Aos seus lugares…

terça-feira, 1 de abril de 2014

O Cartaz


Faltam 40 dias para o evento e a grande verdade é que o limite de 500 inscrições está a ser atingido, num sinal claro que aqueles que estiveram connosco na 1ª Edição (e foram 300) recomendaram esta Prova. Nós também recomendamos, mas somos suspeitos.
Mas que estamos a tentar corresponder àquilo que esperam de nós, lá isso estamos. Que todos saiam deste 2º Trilho com vontade de cá voltar.