segunda-feira, 1 de maio de 2017

Prova nº 9 – 36ª Corrida 1º de Maio



Passagem pelo Rossio 
à  chegada (foto Iris Maurício)

Com os amigos RunLovers

Com o Paulo Neves (a comemorar 5 anos de corridas)

Com o Ricardinho (já com a Prova feita)

Com Paulo Sousa João Paulo Félix e Ricardinho, no final)

Com o Vermelhudo, Ricardinho e Catita - e com o sol de caras)


É sempre um gosto participar nesta Prova. O simbolismo que ela tem e o possibilitar do reencontro com amigos que há décadas são “fregueses” assíduos desta Corrida e outros que, não sendo há décadas, participam nela desde que correm. Pena que outras provas que entretanto surgiram no calendário, lhe tivessem retirado muitos atletas.
Um dia de Primavera fantástico, que dava vontade de correr naquele percurso habitual de 15 Km, com saída do Estádio 1º de Maio –Av.Brasil –Campo Grande- Saldanha-Marquês-Rossio-Praça do Comércio- R.Da Prata-Pr.Figueira-Martim Moniz-Almirante Reis-Av. Estados Unidos- Av.Roma-Av.Igreja-1º Janeiro e chegado ao Estádio 1º de Maio.
Sem objectivos, inicio a prova calmamente, mas como era a descer, esse “calmamente” representava um ritmo fortíssimo, sem que me apercebesse disso. Na Fontes Pereira de Melo reparo que vou a 4,15 /Km (!) mas sentia-me bem. Havia, no entanto que refrear para, depois do retorno na Praça do Comércio (8Km), ter forças para enfrentar a dureza dos kms seguintes.
Claro que o ritmo, aí, teve de abrandar para a casa dos 5,15 -5,30, mas depois do Areeiro, voltou para os 4,40.
Entro no Estádio para a voltinha final e chego à meta: 1,14,40, indicava o cronómetro, mas o tempo de chip foi de 1,13,44 . 478º entre 1094. 27º do Escalão. Considero uma boa marca. Ao nível da de Mafra. Todos os resultados aqui.

A Organização, naquilo que observei, esteve bem. Faltou a medalhita, mas de resto, nada a assinalar. Com um historial de 36 anos, já nos habituou a um figurino de que gostamos e nos faz ter vontade de voltar. 

2 comentários:

JoaoLima disse...

É sempre um prazer rever-te.
Muitos parabéns pela prova!

Um abraço

ps - Quanto à medalha, já deixou de haver há uns anos (desde 2013)

Jorge Branco disse...

Grande tempo!
Parabéns!