segunda-feira, 6 de junho de 2011

O Manjerico

Antes da Prova, com o João Lima,Ana Pereira e Carlos Coelho (foto de António Melro)

A minha chegada
Toda esta Prova teve nota excelente. Acho que Lisboa ganhou mais uma prova de grande qualidade e com a vantagem de se realizar ao sábado à tarde, com pouca interferência no calendário existente. Fiz o tempo  de 44 minutos e classifiquei-me em 206º (11º no escalão).

Mas, como Santo António é Santo António respeita-se a tradição das quadras e dos manjericos e continuando a "desgarrada" dos comentários anteriores do Carlos e do Luis:

Já perdi algum amigo
Por p'rigosa brincadeira,
Pois sem pensar no que digo,
Abro a boca...sai asneira.

Se o Dominique sonhasse
C' o cheirinho a manjericos
Talvez ele se deixasse
Dessa mania dos “bicos”…

Pôde o FMI
Ficar sem o Dominique,
Mas podemos nós, aqui
ficar sem o... "manjerique" ?

8 comentários:

horticasa disse...

Mas é claro que não!
O manjerico faz parte da tradição e depois também é preciso para temperar as caldeiradas, é o chamado dois em um.
Parabéns pela boa prova, passou por mim com uma rapidez que quase nem o via.
Gostei muito desta prova, vamos a ver se a conseguem manter.
bj eugénia

luis mota disse...

Correr nesta quadra
Está a tornar-se tradição
O Santo António foi em Lisboa
A corrida volta ao Porto pelo São João.

E não pensem que terminou
Pois o temos que festejar
Depois das Fogueiras de Peniche
O São Pedro no Chouto para terminar!
Boas corridas caros Amigos!

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

grande tempo Fernando (digo eu, que 44 aos 10, é sonho)

Adorei o Manjerico, qual medalha de lata ou latão qual quê!, coisa viva e para durar se dela soubermos cuidar, adoro estes prémios diferentes e verdadeiramente alusivos à Corrida (Santo António neste caso)

um beijinho
Ana

tutta disse...

Parabéns pela prova Fernando.
Abraço e boas corridas por aí.


tutta/ubiratã-50anos
www.correndocorridas.blogspot.com

Anónimo disse...

Gostei mesmo foi dos “manjericos” do podium!
Já mandou fazer a terraplanagem das rampas nas Lampas? O FMI não deixa?! Estou desgraçado!
(Comentário anónimo por questões de segurança!)
hihihihihihihihihiohihihihihihihihihihihihihihihihihihihi

João Paulo Meixedo disse...

Grande tempo, Fernando.
Um abraço.

Mário Lima disse...

Fernando

Ainda bem que o Dominique
Não conhece as nossas ‘hortas’
Deixa em paz o nosso “manjerique”
E também as nossas cachopas.

Mas a Gomes das europas
Numa saída com brejeirice
Comparou-o com um Portas
Das nossas politiquices.

Tendo o Santo como anfitrião
Correram a prova pela tardinha
Tiveram direito ao manjericão
E o cheirinho da sardinha.

E se não fosse só o cheiro
‘Ó freguês é um euro e meio’


:)

Abraços!

Luis Parro disse...

Ainda a rir com o poema dedicado ao "Rei dos Bicos" venho aqui postar o meu comentario e para minha surpresa aqui temos mais 2 poetas de se lhe tirar o chapéu!!!!Grandes Poetas Luis e Mário, gostei!!!!Parabéns!!!!!
Até ao RAID!!!!!está quasí!!!!!!