sexta-feira, 13 de abril de 2012

O "nó na garganta"





Tenho acompanhado a grande aventura das areias do deserto e o brilhante desempenho que os nossos atletas têm tido. Para além das excelentes classificações até agora verificadas - e já só falta a etapa de amanhã, com 16,5km - sobressai a mais que nobre atitude de desfraldarem orgulhosamente a nossa bandeira ao cortarem a meta, dividindo connosco a glória imensa desses momentos. E o muito que recebemos deles é em troca de...nada. Vergonhosamente, não lhes demos nada. Mas eles lá estão e, a suas próprias expensas, fazem questão de representar o nosso País.
Lembro-me que há um ano, com o 8º lugar do Carlos Sá, em que a bandeira foi bem exibida, manifestei aqui um sentimento de desolação, parecido com o de hoje.O merecimento sem resposta. Qual seria o contribuinte que acharia mal que uns míseros cêntimos dos seus impostos, revertessem a favor de quem tanto nos honra e exalta o orgulho nacional?
Carlos, Telmo, Susana, Sousa e Morgado. MUITO OBRIGADO. É UM ORGULHO MUITO GRANDE REVER-ME NAS VOSSAS HERÓICAS PRESTAÇÕES.

Sem comentários: