domingo, 2 de abril de 2017

Prova nº 7 - 35ª Corrida dos Sinos



Mais um sino para o meu carrilhão.
Aos 12 Km

Esta é de presença obrigatória. Porque é clássica, porque é perto de casa, porque é bem organizada, porque é uma Festa da Corrida. E porque colecciono aqueles troféus que dão o nome à Prova.
Estava uma boa manhã para correr: Céu limpo, mas corria um vento a atirar para o fresquinho que, só depois de iniciada a Prova, fui deixando de sentir.
Ora, se em 2016 fui só para marcar presença, este ano, queria mais. Queria uma marca que, sem ser especial, estivesse na média das que fiz nas várias edições em que participei, ou seja, abaixo de 1,20. Isto, se o corpo não se queixasse do esforço.
Coloquei-me a cerca de 15 metros da linha de partida e esperei pelo sinal. Vamos embora !
O pessoal dos Sininhos partiu ao mesmo tempo, da faixa esquerda da estrada. Pareceu-me boa ideia, mas, às tantas, estava tudo misturado, com pessoas a andar (queriam despachar aquilo cedo) numa altura em que todos deveriam estar a correr. Mas isso, vai fazendo parte. Infelizmente.
Vou progredindo conforme posso, estimulado pelos Gaiteiros junto ao auditório Beatriz Costa e, depois de contornar o palácio, pela Banda que cantava "Oh Laurindinha, estás à janela" e, lá vamos nós para a Paz, Salgados, Sobreiro (...e quem será o pai da criança? eu sei lá, sei lá...) e Achada (ou lá perto), onde deveria fazer-se o retorno, por volta dos 9 Km. Havia que reservar algumas energias porque para cá era a subir ligeiramente.
Aguentei-me. Moderei um pouco a passada, para voltar a acelerar só nos 3 km finais.
Entro no Estádio para dar o quarto de volta à pista e terminar. O cronómetro da meta marcava 1;14,25. O meu, 1:13,52!
E como corri mais depressa que em 2015 (menos 20 minutos!), vou armar-me em "mete-nojo" e perguntar à Organização porque é que não havia tempo de chip ? É claro que estou a brincar e isso não teve importância nenhuma. Os Amigos de Atletismo de Mafra, nossos experientes vizinhos, voltam a estar de Parabéns por manterem a Corrida dos Sinos com uma invejável qualidade e uma forte participação, com 1650 atletas à chegada. O 1º a chegar foi José Gaspar, da Odimarc, com 46,53 e a 1ª Atleta Feminina foi a jovem Inês Marques, da UF Comércio e Indústria, com 57,27.  Os resultados completos podem ser vistos aqui.


1 comentário:

JoaoLima disse...

Muitos parabéns Fernando pela fantástica marca!

Um abraço