domingo, 31 de dezembro de 2017

Prova nº 20 - "29ª S. Silvestre dos Olivais"


Cheguei! (Foto de Armindo Santos)


Gosto desta Prova, se bem que preferisse o figurino antigo, com partida e chegada no mesmo local, mas compreendo que haja factores que assim o determinem e também, que diabo, não é assim tão longe uma coisa da outra.
Sobre o meu desempenho, eu já nem digo nada quanto à falta de treino, porque sei que pensam logo;: "este gajo vem sempre com a mesma conversa" por isso, bico calado.
Fui com o Ricardinho, até aos Olivais e lá chegados, lá estava o Afonso, da minha equipa (Tranquilidade-Açoreana) com os dorsais para entregar ao pessoal. Foi à continha! Recebi o dorsal mesmo na hora da foto da praxe, que tantas vezes tenho falhado. Desta vez, não.
Um aquecimento ligeiro e fomos para o fim da fila (ou lá perto), porque queríamos mesmo ir devagar.
Acabámos na casa dos 53 minutos, mais rápido do que aquilo que estava à espera e sempre com boas sensações. Todos os resultados aqui.
Sobre a apreciação que faço da Prova,  um único reparo, que não deslustra o trabalho da Organização: Numa prova de 10 Km, com muita gente, é importante que, para além do tempo oficial, seja considerado o tempo de chip, o que, neste caso não aconteceu.Há quem perca mais de um minuto para chegar à linha de partida e, mesmo que se corra apenas por diversão, gosta-se de saber quanto valeu a corrida feita.
Depois da Prova, cumpriu-se a "tradição", de vir comer dois preguinhos ao Cortador, na Terrugem, e...hidratar com umas fresquinhas e acabar o dia em beleza.

Sem comentários: