terça-feira, 3 de maio de 2016

Um tostãozinho p'ró Santo António




Entrei no pódio da rima
(No da Corrida...não posso!)
Assim subi lá acima
E sem ter de "dar no osso".


A coisa não é secreta,
Mas também não of’rece perigos
Que aqui, p’ra ser-se poeta
Basta ter muitos amigos.

1 comentário:

Jorge Branco disse...

Parabéns MESTRE!
Abraço.