terça-feira, 11 de novembro de 2008

Nazaré e Guarda-louça

Graças à Vitória, consegui dar nas vistas, colando-me à imagem de marca do Amigo António Almeida.
(Foto de Antonio Balau, a quem agradeço este registo que guardo com muito carinho)



Permitam-me agora que brinque com os "Pratos da Vovó", que há algum tempo "passou" no Palavras de Corredor.
É que os pratos ganhos na Nazaré, por já serem tantos e ...nunca usados, fizeram-me lembrar o excelente poema de António Roberto Fernandes.
A moral da estória não tem nada a ver, mas... é só para "aparvalhar" um bocadinho.


Os Pratos do ... "Vovô"

Eu vou guardando, com muita alegria
Muitos pratos, lindíssimos de louça
Que ganhei como prémio pela “coça”
Que levei sempre que a “Mãe” por lá me via.

É que era a minha idade, ainda moça
Quando a “Mãe” me chamou, num belo dia
Para saber se a Meia aguentaria
Ou se eu iria fazer asneira grossa.

Corri. E desde então, pela Corrida
Faço a visita anual bem merecida
A quem lançou a ideia... ainda pirata.

Trinta anos passaram! Uma vida
Contada em tantos pratos, colorida,
E que a Corrida não deixou ser chata.

4 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Muito boa adaptação dos pratos!!

António Almeida disse...

Amigo Fernando

da nossa parte resta agradecer o seu gesto e igualmente agradecer por termos tido o momento registado em foto.
Excelente "os pratos do...vovô".
Até Lisboa.
Grande abraço,
António Almeida

luis mota disse...

Olá Fernando!
Uma óptima forma de terminar a prova. Fazem uma bela foto.
Parabéns a todos!
Luís Mota

José Capela disse...

Caro Fernando,

Foi um prazer ter trocado dois dedos de conversa com o meu ilustre amigo.

O nosso encontro, foi um pouco mais demorado em comparação com Ovar.

Por este andar, acho que na próxima vez vai dar para um café!!!
(rsrsrsrsr)

Abraço
Boas corridas e belas crónicas!

José Capela