domingo, 29 de novembro de 2009

O pregão


Dei comigo a pensar que, se a minha vida dependesse do meu jeito para as vendas, estava bem tramado.
Ontem, enquanto fazia o meu treino possível (com a Maratona de Lisboa no horizonte, daqui a uma semana) pus-me a pensar na forma como deveria “promover” as Melíadas e então, vários foram os slogans que me vieram à cabeça.
O primeiro foi o
“Bem vindos ao mundo encantado dos brinquedos...”
mas isso era ser “macaquinho de imitação” e já tenho “processos que me cheguem”.
Então, optei pelo “pregão” que, ainda que plagiado, já não está sujeito aos direitos registados por marcas poderosas. Tipo
“ Aproveitem a oportunidade! Amanhã já não há!” ou
“ Cá está o homem das Melíadas ! Não é por 50, nem 30 nem 20...mas apenas por 17 euros, não deixe de adquirir um exemplar desta extraordinária obra!” ou ainda:
“Vem aí o Natal! Ofereça um livro que ainda não foi visto em nenhuma livraria do Mundo!”
Depois, caí em mim e senti-me um “sem abrigo” lançado no mundo editorial e então, para condizer com tal “indigência” lembrei-me do apelo ao lado misericordioso das pessoas e outro slogan me surgiu :
“Auxiliai um pobre escriba... tenha a bondade!”

11 comentários:

luis mota disse...

Olá Fernando!
Queria desde já reservar um exemplar.
Todos os que amam a corrida sentirão nas imagens ou nas palavras a emoção de quem lá esteve.
Esta é uma prova que espero realizar, talvez na próxima edição.
Votos do maior sucesso,
Luís mota

João Paulo Meixedo disse...

Olá
Não poderei estar presente, até porque nao tratei antecipadamente do passaporte; mas queria reservar um exemplar, que depois combinamos a melhor forma de o obter e adquirir.
muitos parabéns e um abraço especial,
JP

José Capela disse...

Caro, Fernando...

Parabéns pelo lançamento do livro!

Como não podia deixar de ser vou aadquirir um exemplar dessa rica obra ( O escriba pode ser pobre...mas a obra é seguramente o contrário!!! rsrsrsrs)no entanto o meu amigo vai ter colocar lá um autógrafo! Não faço por menos!!

Boas corridas, boas palavras...

Abraço

José Capela

Luis Parro disse...

Boa tarde Amigo Fernando,
Já encomendei o meu no link disponível. Malgrado não poder ir ao lançamento, agradeço no meu exemplar uma dedicatória sua, mais do SandMan e do Fernando. Gostava de divulgar no meu Blog o livro, se achar bem.
Luis Parro

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

"...Depois, caí em mim e senti-me um “sem abrigo” lançado no mundo editorial e então, para condizer com tal “indigência” lembrei-me do apelo ao lado misericordioso das pessoas e outro slogan me surgiu..."

Oh Fernando, misericórdia... é coisa que até pode não faltar, e de certeza que a obra vale bem o dinheiro e misericórdia não é coisa pela qual se compre a obra... o pior, o pior mesmo, é quando há por aí muitos mais sem-abrigo...

Muito sucesso Fernando. Que eu sei que vai ser! O aspecto do livro - encadernação - é muito bonito, e o recheio só pode confirmar o que já sabemos.

A riqueza do Fernando em palavras aliada às imagens facilmente captadas com modelos que facilitavam na transmissão de emoções, tal a carga que cada um trazia, faz de certeza do livro, uma obra que certamente gostaria de absorver e deliciar-me com ela.

Um grande beijinho Fernando
Ana Pereira

Pedro Ferreira disse...

Fernando,

Parabéns pelo livro!
Com toda a certeza irei comprar e sugerir aos meus amigos.

Fernando Andrade. disse...

Caro Amigo Luis Mota
Muito obrigado pelas palavras e pelo interesse demonstrado por esta aventura narrada, mas que tem outro sabor sendo vivida. Vais, de certeza, gostar muito de a fazer.

Amigo João Meixedo
Não podendo vir a Grândola (terra de moirama mas onde "o povo é quem mais ordena")há-de sentir-se atraído pelo "magnetismo" das areias de Melides. Se não for em 2010 que seja em 2011, mas tenho a certeza que uma Prova destas lhe vai cair no goto.

Amigo Capela
Vou então ter de começar a "ensaiar" os autógrafos,eheheh.
Muitíssimo obrigado pelo simpático comentário. Tal como disse ao amigo Meixedo, tenho um pressentimento que esta Prova te enchia as medidas. Pensa nisso.

Amigo Parro
Terei todo o gosto em autografar o seu exemplar, tanto mais que o meu amigo é um dos heróis referidos odisseia. Quanto à ideia de colocar o selo no seu blogue, que é excelente, eu é que agradeço essa disponibilidade. Se outros amigos lhe seguissem o exemplo é que era fixe.

Amiga Ana
de facto, falei de "sem-abrigo" num contexto de graçola que, lá está, às vezes é mal sucedida.Mas foi a metáfora que me ocorreu para ilustrar o meu sentimento de insegurança vulnerabilidade num mundo que me é completamente desconhecido. O sucesso de que fala, faz-me esfregar as mãos de optimismo. Oxalá esteja certa.
Grande beijinho, Ana.

Caro Pedro Ferreira
Muito obrigado pelo interesse demonstrado e por se propôr recomendar as Melíadas aos seus amigos. Na posse do livro, espero eu, começará a fervilhar uma forte vontade de participar nesta aventura, diferente de todas as outras.

A todos, um grande e forte abraço.

FA

Anónimo disse...

Apesar de nunca ter participado no Raid Melides Tróia, não podia perder a oportunidade de (re)ler essa excelente obra co-compilada com muita graça, e porque não, amor, carinho e emoção.

“Os intelectuais buscaram a felicidade nos livros de filosofia, mas não a encontraram, porquê? Porque há mais mistérios entre a razão do que alguma vez sonhou a mente dos filósofos. Por isso, os pensadores que amaram o mundo das ideias e desprezaram o mundo da emoção perderam o encanto pela vida.”

Augusto Cury
__________________
Um Abraço

Orlando Duarte

Fernando Andrade. disse...

Amigo Orlando
Como sempre, deixas um comentário riquíssimo de significado, com um simpático exagero e que me deixa sem palavras. Oxalá te divirtas ao folhear este livrinho, tanto como eu me diverti a divagar sobre o Melides-Tróia e que o resultado desta aposta (que não foi minha)seja positivo.
Grande abraço.
FA

Fernando P disse...

Olá Fernando,
Gostaria de ter um exemplar autografado pelo autor. Reservo pelo link da sua página?
Um grande abraço e parabéns por esta prova, que não deve ter sido das mais fáceis...

Fernando Andrade. disse...

Viva, Amigo Fernando
Obrigado pela visita e pelo interesse nas Melíadas. A reserva fica já feita, mas para ficar com os dados para envio, convêm utilizar o link. Terei o maior prazer em assiná-lo e espero que lhe consiga pôr o "bichinho a fermentar" para que seja tentado a fazer esta Prova diferente de todas as outras.
Grande abraço.
FA