sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Olha que bem !!!



“Sim senhor, está conforme” . – Dá cá 125 € !"
De um momento para o outro, sem qualquer explicação, a conversa passa a ser a seguinte:
-“Sim senhor, está conforme”. – Dá cá 250€ !"

Não duvido da legitimidade para a aprovação das suas tabelas, mas é das normas que, sempre que haja lugar a uma alteração, haja também uma fundamentação a acompanhá-la, justificando os novos valores apresentados.

Isto, porque numa lacónica circular às organizações de provas, a AAL comunicou o seguinte :

Às
Entidades Organizadoras de Provas

Para os devidos efeitos, vimos, por este meio, informar a nova tabela de preços relativa à homologação de provas, a vigorar a partir de 1 do corrente, é de 250 (duzentos e cinquenta) euros.

Lisboa, 01 de Agosto de 2013

Pel'A Direcção “

Assim, sem parcimónias.

De facto, pode-se ir directamente ao assunto sem se estar com rodeios, mas tenho sérias dúvidas que tão sucinto texto seja da responsabilidade do notável jurista que preside à referida Associação e por quem tenho especial consideração.

A questão do agravamento da taxa de homologação dos regulamentos das provas também poderá ser objecto de discussão, até porque a FPA, que transferiu para as associações essa competência, terá uma palavra a dizer no que respeita à harmonização dos valores praticados.

A tudo isto acresce o facto de as provas (ou a esmagadora maioria delas) a quem se pede que redobrem a “contribuição” não serem consideradas no calendário competitivo da AAL.


Pode ser que seja eu que esteja a ver mal as coisas.

3 comentários:

Jorge Branco disse...

250€ para aprovar uma prova?!! E pagam todas pela mesma medida? O mesmo preço para uma pequena prova de bairro que para a Meia maratona de Lisboa?! Não entendo (se calhar até entendo...) nada disto mas tenho saudades do tempo das provas piratas!
Um abraço Fernando Andrade.

Anónimo disse...

Povo paradigmático… 38 anos a levar porrada, e quanto mais me bates, mais eu gosto de ti!...

Ultimamente tem sido sempre assim (veja-se as medidas tomadas pelo governo): sem parcimónia e sem acrimónia!...

Orlando Duarte

SlowRunner disse...

Terá isso alguma coisa a ver com o facto de correr, aparentemente, estar na moda?
E haver cada vez mais corridas?
Eu não acredito em bruxas, mas...