segunda-feira, 2 de junho de 2014

VI Meia Maratona na Areia

Com o grande Joaquim Antunes (Foto de André Noronha)

Aos 5Km (foto de Mário Lima)

Aos 16Km ( foto de Mário Lima)

À chegada (foto de Fernanda Silva)

Das provas que conheço, aquela que é mais parecida com a UMA, é, sem dúvida alguma a Meia Maratona na Areia que, no último Sábado, teve a sua 6ª Edição no areal da Costa da Caparica.
A qualidade deste evento, bem merecia ter muito mais participantes, mas calhou num fim de semana em que se registaram diversas provas na zona e fora da zona. Que me lembre, assim, de repente, realizou-se a Corrida do Sal, em Alcochete, a Corrida do Ambiente, em Sintra, a Corrida do Oriente e a Corrida de Belém, em Lisboa, a Corrida do Mirante, na Ota, a Corrida das Pontes, em Coruche. Umas no Sábado, outras no Domingo.
A verdade é que se  passou do perigo de haver provas a acabarem, para uma "explosão" de provas que já não cabem nos dias que o calendário tem disponíveis. O remédio é mesmo dividir a "clientela" deixando à sua escolha, as que lhe parecerem mais de feição.
No meu caso, não hesitei, até porque, tendo tido a sorte de poder ir a todas as edições, gostaria de continuar a ser totalista, marcando presença.
Estava um dia agradável, embora com algum vento.
É sempre agradável ir-nos encontrando com os amigos, companheiros destas lides com quem partilhamos as nossas vivências da modalidade. E, num repente, estava a ficar na hora da partida e tinha de ir ao carro equipar-me num instante.
Dado o  sinal, arrancámos todos rumo a Sul. Fui com muita calma. Ainda com mais do que é habitual, pois os treinos têm sido poucos e sabia também que a viagem de regresso não iria ser pêra doce por causa do vento que ia aumentando de intensidade. Lá fui gerindo e depois do retorno começo então a deixar entrar o meu andamento habitual. E consegui . Chego ao fim com 2,02,04 ! É um tempo fraquito, o meu pior de sempre, mas conseguido sem qualquer tipo de pressão e que me deixou plenamente satisfeito.
A Organização da Prova, a cargo da Associação O Mundo da Corrida está de parabéns por mais um excelente trabalho. Esperemos que na próxima, o calendário seja mais amigo, pois esta Prova, como disse no início, bem o merece.



3 comentários:

Jorge Branco disse...

Ainda tenho que voltar a essa prova para vingar a "desgraça" da minha prestação na única vez que a fiz!
Mas se a prestação foi um desastre a minha primeira participação num encontro da blogosfera corredora foi fantástica!
Que saudades! Será que os encontros da blogosfera corredora morrerão justo agora que ela está cada vez mais viva e dinâmica?
Um grandeabraço"rampólampianico"!!

António Almeida disse...

Mestre é mestre, gerir é essencial...
Quanto ao grande número de provas é de saudar mas não esquecer que tal só é possível porque há "clientes", agora também me parece que algumas organizações não têm muita pontaria na marcação nas datas, veja-se o dia 22 de junho (grande dia sem dúvida, pleo menos para mim)em que na zona de Lisboa e arredores estão marcadas várias provas e do mesmo tipo (estrada e 10 km de distância.
Viva a quantidade, viva a corrida.
Já agora viva Portugal, não a equipa de futebol mas o país.
Abraço mestre e bons treinos para Melides.
António.

Fernando Andrade. disse...

Grande Jorge
Também tenho pena que os encontros da "Blogosfera Corredora" tenham ficado pelo caminho. Mas não foi "na praia que morreram". O último foi em Constância, mas infelizmente, quem ficou com a "chave" ou perdeu-a ou esqueceu-se de a usar.
Temos que pensar a sério nisto novamente.

Grande António
pois...haja fartura para termos por onde escolher, só que cada uma das provas fica menos participada e isso tem aspectos positivos, mas também os tem negativos.
Pessoalmente sou mais a favor de que não se realizem provas na data umas das outras, na mesma área, num sinal de que as organizações têm respeito umas pelas outras.
Em Melides, então, lá nos encontraremos para a grande coça.

Grande abraço a ambos.