sexta-feira, 26 de agosto de 2016

O cidadão e a Meia


A impensável meta das 40 edições está aí! Faltam apenas duas semanas para essa celebração. Persistência? Talvez. Gosto pela Corrida? Certamente. Gosto por esta terra? Sem dúvida. Mas o que tem sido mesmo determinante para que, ano após ano, centenas de atletas percorram as nossas aldeias, transmitindo-lhes vida e alegria, é o carinho e a confiança com que a organização se tem visto tratada. Pelos atletas, pelos patrocinadores, pela população, pelas entidades. A todos nos sentimos gratos por terem dado sustentabilidade àquela que é a 2ª Meia Maratona mais antiga de Portugal.
E se o momento é de reflexão, não poderemos deixar esquecidos todos os voluntários que se têm juntado a nós e tornado possível a realização do evento. Alguns já cá não estão e, mesmo sem referir nomes, não podemos deixar passar em claro a oportunidade de lembrar o seu papel na continuidade da ideia.
Atravessámos tempos diversificados nas condições políticas, sociais, tecnológicas. Poderíamos lembrar episódios que são caricatos hoje, mas que eram vistos como naturais na altura, em que os meios de que dispúnhamos, nem fotocópias nos proporcionavam.
Talvez um dia - sempre um dia (!) - se possam compilar todos os registos que se foram acumulando ao longo de todos estes anos e que constituem a história da Meia Maratona de S. João das Lampas.
Queremos deixar um agradecimento justo aos nossos patrocinadores, alguns dos quais, desde a primeira hora continuam a manter-se "fiéis", quer nos tempos em que a economia nacional estava saudável, quer nos temos difíceis em que, infelizmente, a mesma economia mergulhou.
Uma palavra especial de apreço para uma entidade que sempre esteve do nosso lado, sempre nos deu todo o apoio e incentivo a que continuássemos, que foi a Junta de Freguesia de S. João das Lampas, agora União das Freguesias de S. João das Lampas e Terrugem. Todos os executivos que por aqui passaram, mais à esquerda ou mais à direita (seja isso o que fôr) estiveram sempre do nosso lado, considerando que a Meia Maratona era um projecto de âmbito alargado, que promovia o seu território ao mesmo tempo que promovia uma modalidade acessível a todos e, como tal, deveria ser apoiado.
Estabelecendo um paralelo com a Câmara Municipal de Sintra também será justo salientar que a Meia Maratona de S. João das Lampas, exceptuando a última edição, foi fortemente apoiada, porém, com apoios mais "oscilantes" quer em função de opções políticas dos diferentes mandantes, quer em função de outras limitações nem sempre compreensíveis, mas respeitáveis. 
Queremos ainda deixar realçado o papel de uma outra entidade que sempre esteve connosco e com os atletas, sem nada exigir em troca, quer na Meia Maratona, quer no mais recente Trilho das Lampas. E sabemos das dificuldades que têm! Referimo-nos aos Bombeiros Voluntários de Sintra, para quem vai um enorme abraço de respeito e gratidão.
Dito isto, que, obviamente, não esgota o assunto, aqui estamos, prontos para "conduzir" a 40ª MMSJL, com a esperança que, com a colaboração de todos, tudo corra pelo melhor. Empenhar-nos-emos em fazer a nossa parte. 

4 comentários:

JoaoLima disse...

E com esse trabalho e esforço de todos, construiu-se uma Meia imperdível!
Bem haja a todos que nos proporcionam um grande final de tarde num sábado de Setembro e até ao dia 10

Um abraço, grande Fernando!

joaquim adelino disse...

A história da tua vida desportiva está ligada à Meia Maratona de S. João das Lampas, consegues mesmo assim tempo e disponibilidade para dar um pé de "dança" no Porto, Lisboa, Melides e tantas outras e... Freita, aquela incrível aventura que nos fica no ego e na memória. 40 anos é uma vida já com alguns cabelos brancos mas pela pujança desta bonita declaração prevemos ainda um longo repetir de passagens por tanques, fontes e chuveiros pelas nossas vidas a fora, haja saúde e coragem e chegaremos lá. Abraço

Isa disse...

Lá estaremos novamente para esta meia-maratona imperdível!
Esta é daquelas que nunca quero falhar, a dedicação e carinho que colocam a organizá-la faz com que os atletas se sintam sempre bem-vindos e queiram sempre regressar.
Obrigada Fernando e obrigada a todos os que contribuem para uma das melhores provas de Portugal!
Um beijinho

Jorge Branco disse...

Vou falhar de dar os parabéns pessoalmente porque estou afastado das provas tanto devido à forma física como todas a implicações logísticas e financeiras que as deslocações implicam.
Continuo a correr e a pedalar mas sem dorsal!
Mas fica a promessa que se um dia me voltar a sentir-me com vontade de correr com dorsal e fazer uma Meia Maratona São João das Lampas será sempre prioritária!
Mas mesmo que não volte a correr uma meia maratona fechei a carreira com chave de ouro pois fiz a minha última meia maratona em São João das Lampas em 2012 e não há melhor meia maratona em Portugal para se fazer a última meia maratona da nossa via!
Muitos parabéns a todos os que ao longo destes 40 ano organização essa excelente e linda prova e um abraço muito especial ao MESTRE Fernando Andrade! São João das Lampas mora no coração deste velho pioneiro da ultra maratona e do trail em Portugal!