sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Sem palavras





P’ra tecer elogios, só gagejo
Perante o feito enorme desta malta.
Tolhe-se-me a voz e então fraquejo
Na  palavra, que é coisa que me falta.
P’ra se fazer justiça,  o meu desejo
É ver os vossos nomes na ribalta
Pois quem nos causa assim admiração

É muito mais que um simples campeão. 

4 comentários:

Nuno Sentieiro Marques disse...

Continuas com alta inspiração
Em momentos especiais e a dignificar
Parabéns a ti e aos nossos pois então
Que o momento é para sempre recordar

Fernando Andrade. disse...

Ah fadista!!!!
Obrigado, Nuno. Abraço.

Jorge Branco disse...

Sem palavras não! Com excelentes palavras como sempre Mestre Fernando Andrade!
Um abraço.

Fernando Andrade. disse...

Muito obrigado Amigo Jorge Branco. Grande abraço.