domingo, 5 de fevereiro de 2017

Prova nº 2 : 5ª Corrida da Fonte da Pipa - Torres Vedras



É sempre suspeito falar de uma prova organizada por amigos, mas a verdade é que foi a primeira vez que estive na Corrida da Fonte da Pipa, em Torres Vedras, numa brilhante organização da Casa do Benfica local. Vim de lá com uma vontade enorme de recomendar àqueles que confiam em mim, participar nesta excelente prova. Teve pouca gente, sim. Mas quem perdeu foi os que não estiveram lá.
Disputada num ambiente que exalta a ruralidade da região, tem muitas semelhanças com a "menina dos meus olhos" que é a MMSJL, com uma diferença : enquanto a paisagem agrícola, nas Lampas é de abandono ou, quando muito, de vegetação natural, aqui, é de uma agricultura rendida aos tempos modernos, em que a produtividade dos solos não é a fingir. Muitos hectares de vinhas e pomares, todos certinhos que, quando lá passámos, nos lembrávamos do quão agradável seria uma "chinchada", se a prova fosse na altura das colheitas. Mas, como não se pode ser tudo, havia que desfrutar daqueles 12,3 Km com umas subidas na parte inicial, das descidas correspondentes  e, depois, de um trajecto plano, a partir da Azenha das Flores até final ( e eu a reservar-me para uma subida que nunca apareceu...).
Tudo esteve perfeito.
Cheguei cedo a Torres, de boleia com o meu filho. Tomei um cafezinho na Casa do Benfica, dois dedos de conversa com o meu amigo Nelson Mota, encarregue de entregar dorsais. Conheci e estive alguns minutos a conversar com o João Paulo Félix, que se propõe, em Agosto, fazer - a correr - o percurso da E.N.2 entre Chaves e Faro (setecentos e tal Km!!!!!). Gostei da troca de ideias e vou ficar a torcer para que seja bem sucedido.
Rapidamente vai chegando a hora. Toca o telefone. Era o Ricardinho e o Luis Ferreira, que tinham levantado o dorsal e não me viram. Encaminhá-mo-nos para o local da partida, umas fotos e...pronto. O resto foi correr calmamente, desfrutando do prazer daquele exercício mágico e das paisagens que só os campos abertos nos permitem.
Sem qualquer tipo de favorecimento, esta é uma Prova que recomendo vivamente.
Quanto aos resultados, podem ser vistos aqui.

2 comentários:

JoaoLima disse...

Já a fiz e concordo com tudo o exposto. É uma bonita e bem organizada corrida!

Um abraço

Anónimo disse...

O mestre dá 2 a 0 ao aprendiz, por isso é mestre...
Abraço companheiro.
António Almeida