segunda-feira, 21 de abril de 2008

Ao meu amigo Margarido


















Todo o que ama a corrida é corredor,
Mas poucos fazem dela profissão,
Todo o que ama o ensino é professor,
O principal pilar da educação;
Mas quem à escrita tem intenso amor
Reserva-lhe o destino outra missão.
Olhai o Guido amigo, o bom vareiro
Que amando tanto a escrita… é enfermeiro!

Já sei que nos dirá que também ama
Trabalhar na saúde, sem problema !
Mas com essa conversa, ele me trama
E assim me vai dar cabo do poema!

Sem comentários: