domingo, 11 de julho de 2010

Revés !?

Estou feito.
Sempre tenho cultivado a ideia de procurar enganar a idade, fazendo coisas e aceitando desafios que se encaixam no perfil de um jovem adulto. Se, por um lado, isso pode ser bom, por outro, um cinquentão assim iludido, sujeita-se a exigir do seu corpo, performances que já não lhe pertencem.
Eu sei que, em termos de corrida, não exijo de mais de mim. Gosto de dar tempo de recuperação e privilegio, até, a recuperação em detrimento do treino activo. Mas há outras componentes que tenho descuidado, por preguiça (não que não saiba que elas são necessárias) como é a flexibilidade, elasticidade, o fortalecimento dos ligamentos articulares, exercitar os grupos musculares com menos influência directa na corrida, etc. Esse trabalho reveste-se de importância fundamental na prevenção das lesões.
Ora, estando eu a fazer o meu treino longo de hoje, visando a UMA, que incluía duas horas em percurso de trail e 30minutos em areia, quando tinha feito cerca de meia hora de corrida, ao saltitar sobre pedregulhos, apoio o pé direito no seu terço anterior e descarrego aí todo o meu peso. De imediato, senti uma dor violenta no tornozelo, como se os ligamentos articulares se tivessem estirado em demasia, provocando a dor. Claro que soltei palavrão e coxeei, em marcha, durante dois minutos. Passou e até me esqueci do sucedido, tendo feito, no total, 2,30h entre marcha e corrida.
Passadas umas horas, começou o tornozelo a doer-me novamente e a complicar-me o andar.
Estou a pôr gelo, e vou-me deitar, a ver como é que isto está amanhã. Já tinha ideias de não treinar neste Domingo, mas era a pensar na recuperação e não na impossibilidade física de o fazer.
Mau Maria, mau Maria…

22 comentários:

Carlos Castro disse...

Pois é amigo Fernando!... É ela! A mesma que me tramou, já lá vão quatro meses! A idade!...
O antídoto, além do imprescindível saco de gelo (prático e eficaz), é encará-la nos olhos e dizer-lhe que NÃO! Que ela bem pode avançar, mas que 40 ou 50... ou até mais uns trocos, são números muito curtos para que ela possa mandar em nós!
Força com isso e as melhoras!

Fernando Andrade. disse...

Obrigado, amigo Carlos.
Sábias as suas palavras. Se nos conformamos com o domínio da idade sobre a nossa mente, deixamos de ter uma vida activa e aceitamos somente "andar por aí".
Vale a pena contrariar a implacável marcha do tempo, mesmo que, de vez em quando, tenhamos que usar o saco do gelo.
Grande abraço e obrigado pela visita e pelas palavras.
FA

Jorge Branco disse...

A idade nunca é a quem vem no BI eu em relação ao amigo Fernando Devo ter para ai mais 300 anos!
Vivo em permanente sobressalto sempre a ver o que se vai “partir” desta vez!
Mas a solução é adaptar-me à minha condição de “atleta estropiado” e ir gerindo os vários empenos.
Votos de rápidas melhoras. Vai ver que isso com umas boas doses de gelo vai ao sítio.
Eu já quase vivo dentro do frigorífico!
Grande abraço.

Fernando Andrade. disse...

Amigo Jorge
Muito obrigado pelos votos de melhoras e pela sua permanente boa disposição que contagia e dá alento.
Grande abraço.
FA

JH disse...

Fernando,

Não valem desculpas esfarrapadas. A ausência na UMA só se pode justificar por casos de força maior como a falta de alguma perna. E mesmo assim sempre se pode sair de muleta...
Hoje o tornozelo, amanhã a anca e no dia seguinte já não se treina porque nos doem as unhas das mãos ...

Fernando Andrade. disse...

Ei! João, quem é que disse que não ia ao Raide!?!?
Ontem estive "imobilizado" (bem...posso retirar as aspas, pois estive com o pé na horizontal) a ver o Espanha-Holanda. Parabéns aí aos teus (nossos) amigos espanhóis, pela vitória merecida.
Voltando ao Raide : vou estar mais dois ou três dias parado e depois, fazer alguns treinos leves e pronto, venha ele.

Grande abraço.
FA

José Xavier disse...

Olá Fernando;

Muito gelo para cima, muito descanso, nos próximos dias e depois retomar com calma...e pronto!! o "torçido" passa a estar "destorçido".

Força para os próximos dias!!
Um abraço
Xavier

Fernando Andrade. disse...

Obrigado, Amigo Xavier.
Isto já está quase bom. No entanto vou descansar na mesma, até não sentir dor alguma. Também acho que passou depressa de mais. No sábado à noite, até o peso do lençol da cama me causava dor, ontem já andava e hoje já nem coxeio, embora ainda sinta uma certa moínha. Esperemos que o pior já tenha passado, que vem aí a UMA e o TNLO (onde espero encontrá-lo).
Grande abraço.
FA

Mário Lima disse...

Fernando

As lesões estão sempre à espreita e quando menos se espera, as coisas acontecem.

Não sei há quantos anos andas nesta vida de corridas, mas um dia se forem contar as roturas que durante uma vida adquirimos a correr terão um mapa bem sinuoso onde dificilmente encontrarão o X do final, pois por cada prova, por cada passada, por cada trilho percorrido, haverá sempre uma pequena mazela.

Que essa não dure mais do que eu escrever estas linhas.

Abraços!

Fernando Andrade. disse...

Amigo Mário, Obrigado.
Isto está quase bom e, de facto, posso considerar-me satisfeito por ter não ter sido muito incomodado com as lesões, ao longo de 35 anos que ando nas corridas (lagarto...lagarto).
Lá para 4ª ou 5ª Feira, conto recomeçar.
Grande abraço.
FA

ana paula pinto disse...

Mau Maria, mau Maria!

Ora bem...não vai ser uma "dorzeca" a travar o cidadão que corre. E sim, de vez em quando até é bom para nos lembrar que podemos ir fazer aquela publicidade de desconto=idade (e ficam os óculo os quase de graça), mas ninguém nos dá mais do que trinta e poucos:-)

(agora em tom sério: rápida recuperação)
beijinhos

ana paula pinto disse...

Mau Maria, mau Maria!

Ora bem...não vai ser uma "dorzeca" a travar o cidadão que corre. E sim, de vez em quando até é bom para nos lembrar que podemos ir fazer aquela publicidade de desconto=idade (e ficam os óculo os quase de graça), mas ninguém nos dá mais do que trinta e poucos:-)

(agora em tom sério: rápida recuperação)
beijinhos

Luis Parro disse...

Gelo para cima que o RAID está aí!!!!
Agora a sério, desejo estimadas melhoras, estas lesões são chatas...Aconselho um tratamento sério com acompanhamento médico.
Um abraço e até 1AGO2010

Fernando Andrade. disse...

Claro, Ana Paula. Não há-de ser uma "dorzeca" que ainda por cima, já lá vai, que vai fazer parar o "cidadão que corre". Gostei muito dos "trinta e poucos". É moralizador, mesmo sem "descontos".
Grande beijinho, Paula
(e, aqui para nós, como é que vão os seus treinos!? Vou ser "chato" até Novembro.)

Caro Luis

Obrigado pelo conselho e desejo de melhoras, mas felizmente, como disse acima, isto já está bom. Tenho uma ligeira moínha, mas hoje só não treinei, porque não era mesmo para treinar. (Fiz 3 dias consecutivos em crescendo -1h;1,40 e 2,30h, não faz mal nenhum estar 2 dias parado).E depois, tenho um amigo que andava a dar no duro, tipo uma maratona por dia, a treinar para o Raide e depois veio-me com a conversa do "overtraining"eheheh. Por isso, há que descansar.
Grande Abraço, amigo Parro.

Vitor Dias disse...

Viva Fernando

Como está isso agora?
A lesão bateu à porta errada.
Não tarda nada e vai-se embora.
Talvez tenha sido apenas um sinal para te obrigar a descansar.
Votos de rápidas melhoras.

1 abc

Fernando Andrade. disse...

Obrigado, Vitor.
Acho que isto já está bom. Se calhar até foi mariquice minha, mas estava mesmo cheio de dor no pé quando escrevi a mensagem. Passou depressa, felizmente e aí estou eu para as curvas.
Quanto ao descanso, aí, sou o primeiro a escolher o maior período possível, mas a UMA não nos deixa grandes folgas, senão acabamos por passar o dia, de sol a sol, na areia.
Grande abraço, Vitor
FA

António Almeida disse...

Olá Andrade
não há-de ser nada, a UMA já tem este ano uma baixa de peso, não se admite uma 2ª...
Abraço e até Melides.

Fernando Andrade. disse...

Olá, António
Obrigado pela mensagem. "Não há UMA sem duas" mas desde que UMA não seja o Raide e duas não sejam as baixas, eheheh.
Aliás, ainda não me convenci que o Antunes não vá alinhar! É cá um pressentimento....
Quanto a mim, mesmo que esteja parado até ao fim do mês (o que é mentira porque daqui a bocadinho quero ir correr 30 ou 40 minutos), no dia 1 lá me apresento em Melides, ansioso por assistir àquele espectáculo fabuloso da partida e ir sentindo o desenrolar da prova, até chegar a Tróia.
Já falta pouco.
Grande abraço.
FA

joaquim adelino disse...

E pronto, cheguei eu, na esperança de ouvir daí um sinal que tudo não passou de um susto dorido.
Para a ruindade já basto eu e os meus "futebóis, não me queiram imitar porque aquela "luta" na areia veio para ficar e também já sei que no final eu é que vou pagar as favas, Favas?
Abraço.

Fernando Andrade. disse...

É verdade, Adelino.
Ainda não voltei a correr, mas parece-me que vais "levar comigo" naquele tira-teimas de 43 km maravilhosos.
Grande abraço.
FA

João Paulo Meixedo disse...

Não há UMA sem duas ... provas, quero eu dizer, não lesões.
Provas não faltam.
Um abraço.

Fernando Andrade. disse...

OLá Meixedo, Há quanto tempo!???
Obrigado pela visita. Também já fui ver espreiar ao seu quintal, que "nó" é aquele que lhe tem andado a tolher os movimentos.
Espero que já tudo esteja normalizado e retome a rotina (retó,reti...cacafónico, mas passa).
Grande abraço, João e espero vê-lo em breve, numa Corrida perto de si (ou de mim).