sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Corro

Sou o predador! Corro para me alimentar!
Sou a presa! Corro para não servir de alimento!
Vivo! Corro contra o tempo.
Corro! Sou o predador; sou a presa; faço como o tempo!

Dez.2006

4 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Hoje não corri.
Amanhã correrei.
Corro. Vivo.
Não corro. Morro.

Beijinho Fernando

Carlos Castro disse...

No fundo, a vida é um corridinho!
Que neste Natal haja ainda tempo para uma pausa... para se poder apreciar o que nos rodeia... e que os que nos rodeia seja a família!
Um abraço, amigo Fernando!

elis disse...

amei, fernando!

correr, sempre;)

bjs
http://elismc.blogspot.com

joaquim adelino disse...

Pois é, e o tempo é madrasto e sem piedade, sim também és a presa e corre, corre muito e não te deixes agarrar mesmo que hoje dei-as mais um saltinho aos muitos que já tens para lá dos 50.
Abraço.