sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Te amo, Andalucía

A Maratona de Sevilha marca a minha primeira “internacionalização” e o deslumbramento perante uma realidade tão diferente da que por cá conhecia! Pouquíssimos (escassas centenas, eram os que se aventuravam na distância) no nosso País. Ali eram mais de 3000 (e sem meias ou minis à mistura)! Ainda o Estádio Olímpico não existia (ou se existia, não era utilizado para estas coisas), sendo a partida dada na Calle Menéndez Pelaio e a chegada na Plaza Maria Luiza. Estávamos em Fevereiro de 1995, quando eu e mais 3 amigos, nos aventurámos, de carro, até lá.

O ambiente era de festa e aquela Pasta Party na Av. Kansas City, ao ar livre, num estádio universitário (que hoje corresponde à passagem do 13º Km da prova), com música e sevilhanas com as suas danças, ficaram-me bem gravados na memória.

Nesse ano, fiz a marca de 3,07,16. Velhos tempos.

Desde então, atraído pelo mesmo fascínio, fui voltando, voltando, voltando, e lá estarei pela 12ª vez.

Vai ser o meu entretenimento deste fim de semana.

7 comentários:

Carlos Castro disse...

Então desfrute de um fim de semana inesquecível e da bela Sevilha!
Uma boa maratona!

Vitor Veloso disse...

Bom fim de semana e uma boa Maratona, como nos "Velhos Tempos".
Abraço

Fernando Andrade. disse...

Obrigado amigos.
Lembrar-me-ei de vocês na Prova.
Abraço.
FA

luis mota disse...

Olá Fernando
Uma boa Maratona em Sevilha.
A caminho da 40ª, grande exemplo!
Até amanhã,
Luís mota

Fernando Andrade. disse...

Obrigado Luis
Tu primeiro e eu muito depois, palmilharemos com satisfação aqueles fantásticos 42 andaluzes.
Até ao bus.
Abraço

tutta disse...

Boa sorte na prova.
Abraço.


tutta/ubiratã-pr
www.correndocorridas.blogspot.com

Novais disse...

Boa Maratona, boa viagem e o resto é desfrutar de mais umas boas sevilhanas.