domingo, 7 de abril de 2013

31ª Corrida dos Sinos

Aqui, a concluir a 31ª Corrida dos Sinos na companhia do meu amigo e companheiro de equipa Armando Parreira
(Foto de João Lima, ou da máquina dele)

Está feita a 31ª Corrida dos Sinos. A testemunhá-lo tenho um sino em vidro azulado (para juntar aos 15 que já tinha), a foto que antecede e a inclusão do meu nome na Lista de resultados finais, em 448º (30ª do escalão), creditado com o tempo de 1.10.29. Tendo em conta que chegaram 1356 corredores e que, em 2012 demorei 1,10.09 a fazer o percurso,  estou satisfeito com a minha prestação. Resultados completos, aqui.
Pouco tenho para contar sobre a Prova, que continua a ser muito bem organizada pelos Amigos de Atletismo de Mafra e que vai tendo uma participação de fazer inveja a muitas organizações, mesmo com a concorrência de outras provas de peso, como é o caso da dos Comandos e dos Trilhos de Almourol que, apesar de terem características completamente diferentes desta, não deixaram de levar muitos dos “fieis” dos sinos.
Na prova não competitiva dos Sininhos, registou-se idêntico número da prova principal e aqui, penso que, embora seja de continuar a estimular o exercício ao maior número possível de pessoas na desejada massificação do Desporto ( que alguns pretendem denegrir) isto deverá ser conseguido de forma a  interferir o mínimo possível com a prova principal. Certamente que a  Organização já estará atenta a esta situação, pois ter-se-ão registado alguns “atropelos” quando os primeiros classificados  tiveram que “furar” o pelotão de caminheiros, na parte final do percurso.
Foi um prazer, mais uma vez, ter participado na Corrida dos Sinos, uma das mais emblemáticas da região de Lisboa e, desde que não tenha um motivo fortemente impeditivo, lá estarei de novo em 2014.

6 comentários:

Nuno Sentieiro Marques disse...

Belo relato e mais uma bela manhã :)
Belissima prestação Fernando, parabéns...Sempre em forma.

Fernando Andrade. disse...

Muito obrigado, Nuno. Mas...porque caminhos é que andaste que eu não te vi ?

Nuno Sentieiro Marques disse...

Também não te vimos.
Saímos de trás no pelotão e acabámos mesmo antes do relogio passar para 1:20 ;)

Jorge Branco disse...

15 Sinos! Mas o amigo Fernando Andrade tem algum cinzeiro??
Abraço

Fernando Andrade. disse...

Não, Jorge. Cinzeiro foi prémio que não me lembro de ter ganho.Ganhei foi uma medalha rectangular em 1994, salvo o erro.
Abraço.

Anónimo disse...

O carrilhão que começa a tomar forma ali para os lados de São João das Lampas já é de meter respeitinho.
Abraço mestre.