terça-feira, 16 de abril de 2013

A Tragédia de Boston





Eles investigam. Mas aquilo que será noticiado, quase de certeza, será o que for mais conveniente. Há quem fale em atentado, há quem fale em exercício da polícia que correu mal. Mas a grande verdade é que houve explosões e que houve vítimas mortais e feridos graves, transformando aquele momento festivo e mágico que é a conclusão da Maratona, num cenário de horror.
A mais antiga maratona do Mundo ficou, assim, manchada de dor e de sangue. Li a história arrepiante do miúdo que tinha ido abraçar o pai que acabara de concluir a Prova e que, ao regressar para junto da mãe, foi uma das vítimas mortais da explosão. Impiedosamente, à extrema felicidade de um momento, seguiu-se um trágico desfecho.
Há gente má ou negligente. Há inocentes que perdem a vida sem saber porquê. Mas Maratona continua a ser linda. E nós, que gostamos de correr, façamos da Corrida a melhor forma de homenagear as vítimas das explosões de Boston.

3 comentários:

JoaoLima disse...

Bonito e oportuno comentário (como é habitual do Cidadão de Corrida)

Um abraço, Fernando

Carlos Cardoso disse...

É isso mesmo...não há forma melhor do que homenagear quem gostava de correr com umas corridas, seja em treino ou um prova. Vou fazê-lo.
Aquele abraço

Pedro Carvalho disse...

Ainda estou a assimilar esta trágica realidade... :(