terça-feira, 30 de dezembro de 2008

1ª S. Silvestre de Lisboa

http://videos.sapo.pt/vmWdqmfprCz36JzWoEAz

Eu tinha ido ao WC da Estação do Rossio e apareci, de repente, atrás de dois amigos que, abrigados à porta, olhavam para a parte de fora, vendo os corredores a “aquecer” debaixo de uma chuva diluviana. Dizia um para o outro :

-Eh pá, eu gosto muito de desporto, mas com o tempo assim !!!…esta gente não pode ser normal !!!...

Pedi-lhes licença e ante o seu ar de espanto, lá fui também eu para a chuva, aumentar o número dos que “não batiam bem”!

Felizmente que o tempo aliviou e permitiu que enquanto se esperava pelo sinal da partida, não estivéssemos à chuva, mas… encharcados já estávamos todos !

Gostei da Corrida. Bom som, speaker conhecedor do assunto e que incutia algum entusiasmo à festa, portas de entrada com os tempos previstos (embora não respeitadas por muitos), marcadores de ritmo, partida sem problemas, quilómetros marcados, abastecimento a meio, chegada triunfal numa passadeira azul sobre a qual estava instalado um pórtico com um cronómetro.

Correr no coração de Lisboa em pelotão, livre de trânsito, dá-nos uma sensação de liberdade muito grande. E de domínio também. Conquistamos, com o poder simples das passadas que damos, a Baixa Pombalina! É verdade que em alguns sítios, o piso era torto e as poças de água lhe escondiam as irregularidades; também é verdade que em alguns sítios a iluminação era fraquita, obrigando a mais cautelas para ver onde se punha os pés. Mas o que é isso quando comparado com a importância desportiva desta grande “estreia” de uma Corrida de S. Silvestre na Cidade de Lisboa?

A Organização está de Parabéns, pois não terá sido fácil, debaixo de umas condições atmosféricas tão hostis, “montar” toda esta prova que tem “pernas para andar”!

Do que não gostei? Não gostei da dificuldade da saída do funil dos corredores (uma única tenda a dar os sacos, quando existem períodos com cerca de 100 atletas por minuto é …mais que certo que congestiona). E também não gostei ( e isso só vim a saber mais tarde) que muitos atletas não correram porque não lhes foi dado o dorsal (que deveria ter sido levantado com antecedência). Penso que a Organização ao ver que havia muitos dorsais por levantar, poderia – excepcionalmente, dado que se tratava de uma 1ª edição, tê-los levado para uma das tendas instaladas na zona da partida !

E a Organização está também de Parabéns por ter tido a humildade de pedir desculpa pelas falhas cometidas. Esta é uma nobreza de comportamento que importa realçar e que, só por isso, ganha “muitos pontos” na minha consideração.

Quanto ao meu desempenho foi satisfatório. Ainda faltou 1’’ para os 45’. No dia seguinte a trezentos e tal km dali a Invicta estava à minha espera.

8 comentários:

joaquim adelino disse...

Amigo Fernando Andrade.
Foi um final de Ano em cheio. 3 provas de 10 kms em uma semana e com tempos entre os 44,36m. até aos 44,59m. passando 44,45m. é obra e que premeia a sua regularidade.
Apesar do esforço ainda deu para me descobrir em plena Praça dos Restauradores, e à chuva, e que pena eu tive de não estar ali a seu lado naquela altura, e do AAlmeida que ia logo ali a 5 metros.
Obrigado por passar pelo meu blog e deixar lá o recado. O meu lema é "Que nunca por vencidos se conheçam" e assim continuo na luta, sem parar.
Não sabia da meia culpa assumida pela organização pelas "falhas" ocorridas, registo esse facto com alguma satisfação.
Agora que o novo Ano vem aí espero que tudo lhe corra bem, bem como à família e amigos.
Um abraço.

João Meixedo disse...

Caro amigo, tenho pena que só tenhamos estado a 5 m de distância, e não tenhamos conversado no final da S. Silvestre do Porto, mas comecei com arrepios no final e resolvi recolher a cas o mais depressa possível. Fica para uma próxima.
Abraço.

Carlos Lopes disse...

Vim apenas desejar um Bom ano de 2009

MPaiva disse...

Fernando,
Foi um prazer ter estado contigo naqueles breves instantes antes da S. Silvestre do Porto.
Aproveito para te felicittar pelo belo ano atlético que termina, com duas maratonas e a Ultra de Troia e para fazer votos de que 2009 seja um Bom Ano a todos os níveis.

abraço
MPaiva

BritoRunner disse...

Olá Fernando desculpe a intromissão, mas tenho sido um leitor regular do seu blog, o qual acho de grande nível.
Tive pena de não o ter encontrado na São Silvestre de Lisboa, para podermos trocar ideias e partilhar experiências, partilho da sua opinião relativamente à qualidade do piso, à excelente organização e ao reconhecimento das falhas relativamente à parte da entrega do chip, no entanto os aspectos positivos são claramente superiores aos negativos, sendo assim para o ano 2009 lá estarei.

Bom Ano de 2009 cheio de quilómetros
JCBrito

luis mota disse...

Olá Fernando!
Felicito o Fernando pelo desempenho na prova.
Um bom ano para si,
Luís Mota

André disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
André disse...

viva
Gostei da prova, mas espero que, na próxima edição, estas aselhices de organização estejam resolvidas.
E, Já agora, que se prolongue o percurso onde for possível, para evitar aquele regresso ao Cais do Sodré, que não tem nada de interessante.
Cumprimentos e bom ano (este vai ser de muitas corridas).
ABeja