quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Ainda a 15ª Corrida de S. Silvestre do Porto

Vejam isto :

Não sei como ainda há atletas que participam em provas organizadas pela RunPorto na pessoa do seu director Jorge Teixeira. Um senhor que ainda usa o "quero, posso e mando" , muda horários a seu bel prazer sem avisar os atletas, recusa terminantemente entrega de dorsais no dia da prova (com a honrosa excepção desta S.Silvestre) obrigando os atletas a deslocações desnecessárias somente devido à sua arrogância organizativa. Um banho de humildade não lhe fazia mal nenhum bem como observar outras organizações que NÃO TÊM FINS LUCRATIVOS.

Foi com este post que Jorge Manuel Costa (que não me conhece de lado nenhum, nem eu a ele), iniciou a sua participação no forum o Mundo da Corrida, no tópico Provas : 15ª Corrida de S. Silvestre do Porto.

Ninguém me "encomendou o sermão", mas entendi dizer qualquer coisa sobre o assunto.
Disse o seguinte :

Tem sido norma deste fórum, haver sempre quem saúde a entrada de um novo membro, que se disponha a partilhar pontos de vista sobre tudo o que envolve este maravilhoso mundo da corrida.
Os pontos de vista não têm que ser coincidentes – e isso só enriquece os debates – mas devem ser defendidos de forma cordial e educada, o que não me pareceu acontecer neste primeiro post do Sr.Jorge Manuel Costa.
Quem gosta de atletismo e esteve presente nas corridas organizadas pela Runporto, teve a oportunidade de testemunhar, que se tratam de organizações do mais alto nível que por cá temos tido, o que é em tudo contrário ao que aqui é afirmado. A Cidade do Porto, graças ao trabalho e “know how” da experiente e dinâmica equipa da Runporto, já forneceu elementos suficientes para a elaboração de um verdadeiro “Manual Para Bem Organizar Provas de Atletismo”.
Pelas palavras ditas, que se as fôssemos dissecar, seria estarmos a comentar o óbvio, apenas se conclui que adoptou a estratégia do “bota-abaixo” para tudo quanto seja Prova organizada pela Runporto, apenas por não simpatizar com o Jorge Teixeira .
Mas, quer seja ou não do agrado (ou do conhecimento) do Jorge Manuel Costa, quem tem que zelar pela convergência de todos os factores que permitam a realização de uma prova nas melhores condições é a Runporto que, querendo o melhor para os atletas, tem condicionantes a respeitar para com a Cidade.
Ninguém me pediu para vir defender o Jorge Teixeira. Ele, se entender, que o faça. Se intervim foi unicamente para dar o meu testemunho, porque conheço a sua capacidade organizativa.
Se o Jorge Manuel Costa “se admira como ainda há atletas que participam em provas organizadas pela Runporto”, continue a “admirar” o crescimento (em quantidade e qualidade) que essas provas têm tido e, se mesmo assim, não conseguir compreender, veja de que lado estará a falha.

11 comentários:

Triblog disse...

Fernando, muito obrigado pelos elogios, você também conheceu um seguidor do seu blog, um abraço!

MPaiva disse...

Caro Fernando,
Efectivamente, a opinião emitida pela pessoa em causa, sendo respeitável, está em total desacordo com aquilo que eu penso.
Tenho estando em várias provas organizadas pela RunPorto (todas as da cidade do Porto e ainda uma em Argoncilhe - Vila da Feira) e apenas tenho coisas positivas a referir.
Em prova alguma houve aspectos que me tenham parecido ser merecedores de nota negativa. Pelo contrário. Em todas as provas tenho sentido que a RunPorto coloca nas suas organizações uma grande preocupação em agradar aos atletas de pelotão, seja na qualidade das ofertas que reune, seja nos pormenores mais importantes, como a boa ordem nas partidas, a fludez nas chegadas, a forma fácil de entrega de dorsais, a eficiência e fiabilidade na disponibilização dos resultados e a sua fiabilidade e a festa que consegue gerar em todas as provas.
Ora, quem anda nestas coisas e conhece o que se vai fazendo nas restantes organizações, não tem qualquer dúvida em dizer que a RunPorto trabalha ao nível do melhor que se faz em Portugal.

Com toda a sinceridade, só não percebe isto quem não quer perceber.

abraço
MPaiva

joaquim adelino disse...

Olá amigo Fernando.
Uma palavra de apreço para si por vir aqui expressar uma opinião com conhecimento de causa sobre a RunPorto e as provas por si organizadas. Esta questão foi levantada fora do círculo dos blogs e passaria despercebido à maioria de nós, (alguns dos quais assíduos ás provas organizadas por Jorge teixeira)e têm agora oportunidade de expressar a sua opinião se assim o entenderem. Eu não o posso fazer porque ainda não participei em qualquer prova, mas está assente que este Ano lá estarei.
Depois, penso que ao trazer aqui a defesa de uma Organização que tem honrado a Área Metropolitana do Porto e o país com a frontalidade que se lhe conhece, está também a defender, contra alguns detratores, este movimento da corrida, as suas organizações, e os milhares e milhares de atletas que fazem desta actividade uma salutar forma de vida.
E porque este local não é um fórum, fico por aqui.
Um abraço amigo Fernando e agradeço a mensagem deixada no meu blog.

Luciane disse...

olá...

Primeiramente muito obrigada por visitar meu blog e colocá-lo entre os visitados no seu. Agora sim...quero que saiba que adorei o seu blog...muito bem escrito, comenta assuntos com fundamentação...gostei mesmo... Além de ganhar uma seguidora, vou fazer sua propaganda lá no meu...rs.. para as pessoas visitarem ok???

abraços

António Almeida disse...

Caro cidadão
...acho que fez muito bem em dar a sua opinião, em provas com a dimensão das que são organizadas na Invicta haverá sempre vozes como as do senhor Jorge Manuel Costa, as coisas são assim mesmo, há sempre quem diga mal por mais perfeita que seja uma organização.
Para mim, que me considero um observador atento, RUNPORTO é sinónimo de sucesso e qualidade, mas como disse, sou apenas um observador atento...
Aproveito para endereçar (na sua pessoa)os parabéns também à organização da "meia das Lampas", também ela uma prova exemplarmente organizada e onde em Setembro uma vez mais estarei presente.
Abraço,
António Almeida

Bruno Thomaz disse...

Fernando,
seus comentários não aparecem logo após que você envia pois eu os modero, sendo exibidos somente após eu acessar a internet e aprovar ou não os comentários.

Eu recebi todos os seus comentários, mas obviamente aprovei somente o primeiro.

Abrações

Duarte Gregório disse...

mesmo nao estando minimamente a par julgo que organizadores desses ha um pouco por toda a parte.

luis mota disse...

No último ano efectuei 60 provas. Apenas duas foram no Porto.
Gostei das pessoas, das provas, da organização.
Na São Silvestre da Invicta, fui para o Porto sem dorsal.
Ao chegar, 10 minutos e a organização resolveu-me a situação. Participei.
Uma outra empresa (grande ao que parece), recebeu a minha inscrição via internet para uma prova, em Lisboa, que eu adoraria ter participado. Quando telefonei disseram-me que as inscrições estavam esgotadas e que apesar de ter enviado o dinheiro e a inscrição validada na internet não havia lugar para mim na prova (a cerca de duas semanas da competição). Ainda hoje tenho pena de não ter corrido nessa prova. Confesso que não tenho agora vontade alguma de participar. Pode ser que com o tempo a vontade apareça.
Obrigado à “Runporto”(não conheço nem nunca falei com ninguém) pela inscrição na São Silvestre do Porto.
Luís Mota

João Meixedo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Meixedo disse...

Pode parecer paradoxal mas apesar de Jorge Teixeira ser sinónimo de RunPorto, trata-se de entidades distintas. A Runporto é, de facto, competente, apesar de alguns pormenores, como por exemplo a falta da indicação km a km na S. Silvestre (nem toda a gente tem um gps). Para o padrão português é do melhor que há. E sendo o Jorge Teixeira o seu patrão, o mérito é, antes de mais ninguém, dele.
Quanto ao Jorge Teixeira, e tal como já disse no blog do Miguel, não se pode dizer que seja propriamente uma pessoa agradável; não estou no grupo dos que o detestam, nem pouco mais ou menos; mas também não estou seguramente no grupo dos que o adoram: para mim é pura e simplesmente um tipo pouco simpático que organiza, de forma competente mas seguramente não desinteressada, corridas.
Sendo ele do Clube de Veteranos do Porto, são miseráveis os prémios que disponibiliza aos veteranos (quando disponibiliza), sendo que estes constituem o grosso do pelotão (leia-se do dinheiro entrado em inscrições).
É um empresário competente, ponto final. Não é propriamente um filantropo.
Abraço, para ti.

ps. ainda esta semana me cruzei com ele no parque da cidade do Porto (ambos a treinar) e não reposndeu ao meu cumprimento. Eu já deveria saber que é costume, mas tenho o mau hábito de ser educado...

Fernando Andrade. disse...

Caros amigos

Obrigado por terem comentado, com sinceridade este post.
A este propósito, soube que o Jornal a Bola, publicou uma entrevista com Jorge Teixeira, à qual não consegui aceder. O Miguel Paiva, no sei Blogue, já se referiu a ela, abordando-a com a correcção que lhe é conhecida. Quero também fazê-lo. Por isso voltarei a este assunto.
Abraço a todos.
FA