sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Descanso

Hoje vou falar de descanso. E quando digo “descanso” não me refiro a “repouso activo” como aqueles que têm “bicho carpinteiro” e acham que se estiverem um dia sem treinar, já o plano de treinos não surte efeito e lá se vai a performance esperada.
Antes de dizer mais algum “disparate”, tenho de recordar que, para mim, quando falo de corridas, estou a pensar apenas na vertente lúdica da veterania em que, mesmo sem querer, acabei por ingressar. A Corrida, na sua vertente competitiva, visando o aproveitamento de todas as capacidades do atleta, trabalhando a sua progressão para que ele alcance resultados superiores, essa, deixo-a para os entendidos. Eu, no fundo, só brinco com a Corrida e é isso que me permite retirar dela um enorme e duradouro prazer .
Dizia eu, quando vim com a conversa do “descanso”, que ontem e anteontem não corri.
Cheguei a casa pensando ir correr durante duas horas, pois preciso de fazer alguns treinos longos, para as maratonas que aí vêm. Só que ...agarrei num equipamento, mas não me sentia com vontade nenhuma! E pensei : - se não me apetece, que benefício irei eu retirar deste treino?! Ná! Fica para amanhã!
Hoje estava mesmo com “fome” de corrida e o treino que era para ter feito ontem, fi-lo hoje, sempre bem disposto, a um ritmo satisfatório e com uma resposta do organismo bastante melhor do que seria de esperar.
Isto faz-me ficar cada vez mais convencido que o treino é o resultado do exercício mais o descanso (olha a novidade!!!). Só que, se num organismo jovem a capacidade de recuperação é rápida, num cinquentão já demora mais tempo e não adianta “dar-lhe mais porrada” quando ele ainda não se recompôs da que levou. Por isso, o melhor é ir alternando a Corrida com o...”Mapling”.

4 comentários:

joaquim adelino disse...

O melhor é fazer como eu, não páro ou melhor ás vezes páro mas é raro e quando páro é porque me deixam parado, contra a minha vontade mas a vida de um Pára é sem parar e se possível dar a mão a quem por qualquer motivo pretende parar, mesmo que temporariamente por cansaço ou por falta de apetite, parar é que não.
Um abraço.

Carlos Lopes disse...

isso, .. parar nunca.

João Meixedo disse...

ora cá estou eu neste preciso momento numa de mapling, com o portátil em cima das gâmbias e a pensar que se calhar nem amanhã treino.
Abraço.

Duarte Gregório disse...

todos sabemos que o repouso é tao importante como o treino e, até que o musculo cresce durante o repouso e não durante o treino, mas….. queremos lá saber,
com a nossa idade queremos é ter prazer.
descanso só forçado, como ta a ser o meu caso, devido à gripe já vai para 4 dias em casa.
Treinos so pra semana
b.f.semana