domingo, 6 de maio de 2012

IV Meia Maratona na Areia -C.Caparica

Já tinha sido dada a partida, mas ainda havia tempo para a foto da Isabel Almeida
 À chegada (Foto de Zé Carlos Melo)
 Com o Nuno Alexandre a dizer-lhe que a Prova estava excelente  (foto Carlos Lopes)

Talvez tenha sido pela força da lua que nesta madrugada se mostrou com o maior círculo de luz reflectida de que há memória (dizem), agradada que estava com o culto que lhe é prestado por grande número de corredores nos treinos lunares. A verdade, porém, é que o areal da Caparica este ano, estava magnífico, como se fosse uma enorme passadeira, onde se corria com toda a facilidade. Assim houvesse pernas.


A temperatura estava agradável e não havia vento de espécie nenhuma.

Às 9,30 é dado o sinal da partida. Parti na cauda, com o meu amigo Orlando Duarte e foi com ele que fui até aos 5,5Km. Já há algum tempo que me parecia estar a “ir na conversa” do Orlando, pois estava a passar por atletas que sei que correm mais que eu, pelo que previa, lá mais para a frente,” ter de pagar o pato.” E assim foi, mas consegui, nos últimos 3 Km, recuperar o andamento e muitas das posições que tinha perdido.

Quanto à Organização, foi BRILHANTE. Não lhe aponto qualquer falha. Continuo, pois, a ter todos os motivos para continuar a ser totalista desta Prova. Parabéns ao Mundo da Corrida, sobretudo àqueles que fizeram o sacrifício de não correr, para que não nos faltasse nada.

Quem sabe, sabe. Agradeço a todos os que estiveram envolvidos na Organização, a excelente manhã que nos proporcionaram.

6 comentários:

Jorge Branco disse...

Ainda pensei que o amigo fosse fazer a prova a empurrar um carinho de supermercado como preparação para uma qualquer nova mega promoção de uma grande cadeia de supermercados!
(Não se zangue mas não consegui deixar de me meter consigo!).
Grande abraço

Fernando Andrade. disse...

Eheheh.Mas pode crer que quando o Mário Lima me deu água no abastecimento dos 15, ainda lhe perguntei se havia algum PD perto?!! Bem, pelo menos houve a vantagem de proporcionar um pouco de debate.
Grande Abraço.

joaquim adelino disse...

Parabéns Fernando, ficou-me um vazio por não ter lá ido mas a necessidade de preparar melhor S.Mamede falou mais alto. As minhas felicitações por te manteres fiel a esta magnífica prova. Abraço

Fernando Andrade. disse...

Obrigado, Adelino.
Desejo-te uma boa prova lá em S.Mamede, que não vai ser fácil...
Mas tu preparaste-te bem e tens força psicológica e física para dares conta do recado.
Grande abraço.

Jose Xavier disse...

olá Fernando;

Numa auto-estrada dessas, foi meter prego a fundo, e só parar para pagar a portágem.....

Continua assim..

Um abraço amigo
dos Xavier's

Fernando Andrade. disse...

Olá Xavier
De facto, nestas condições, corria-se bem melhor que no asfalto. Muitos houve que obtiveram os seus records na distância. Claro que estas coisas já não são para mim, mas soube muito bem fazer aquela prova em 1,46 (menos uns segundos).
Grande abraço e... prepara-te bem para Amsterdan.