sexta-feira, 26 de junho de 2009

A Balança






Servi-me da balança para tomar uma decisão que dantes nunca tive de tomar. A Corrida das Fogueiras é uma das clássicas em que estive presente mais vezes (mais de 20) e sempre me deixou as melhores impressões e vontade de voltar. A sua especificidade, a sua mística nocturna que as fogueiras ajudam a intensificar, mais o enorme calor popular que ali se sente (para não falar da sardinhada para os atletas e acompanhantes, pois não seria por aí que eu lhe seria mais fiel) cativam-nos .
Em 2005, pelo S. João, mais a Norte conheci a Corrida das Festas da Cidade do Porto e, deixem-me que vos diga, fiquei seu fã! Tomei contacto com uma nova dinâmica organizativa que mobiliza milhares de corredores, onde a hospitalidade, a alegria e simpatia das pessoas muito me sensibilizaram e justificam um registo gravado a ouro no meu "caderno de apreciações". E a Cidade do Porto é a Cidade do Porto, onde se respira o encanto das paisagens e da história.
Este ano, por razões que lamento, mas que compreendo, a Corrida das Festas da Cidade atrasou uma semana indo "colidir" com a das Fogueiras! Tal facto, obrigou a que muitos (e eu sou um deles) tivessem que tomar a sua opção.
Optei pelo Porto. Porquê ? Porque gostando de ambas, mesmo que não voltasse a correr em Peniche, a minha "provável longevidade desportiva" não me permitirá fazer a Corrida das Festas tantas vezes quantas as vezes que fiz a das Fogueiras.
Uma e outra constituem excelentes exemplos de como bem tratar a Corrida, pelo que a ambas desejo o maior sucesso.

5 comentários:

António Almeida disse...

Caro Fernando
pena que não irá estar em Peniche.
Pena também em especial pelos atletas que podiam participar nas duas provas, como no seu caso, pela corrida do Porto ter atrasado uma semana.
Já com a maratona do porto sucede este ano algo parecido, passou para Novembro para o dia que por tradição é o da "mãe" levando a organização da Nazaré a adiar por uma semana (creio que é isto)...
Perde o atletismo e perdem especialmente os atletas que se vêem privados de participar em boas provas.
Seja como for continuação de boas corridas e treinos, o "raide" é de hoje a um mês.
Abraço.

MPaiva disse...

Fernando,

Na situação fácil de participar na prova que fica ao lado da porta de casa, compreendo o dilema de muitos atletas, especialmente residentes mais a sul, em ter de tomar a decisão de alinhar nas Fogueiras ou nas Festas da Cidade.
Não conheço as razões que levaram a RunPorto a adiar a sua data, mas é pena que isso tenha sucedido, pois são duas boas provas.

um abraço e até Domingo!
MPaiva

José Alberto disse...

Amigo Fernando,

No meu caso não vai ser difícil decidir. Vou ao Porto, que é perto de casa.

Mas, repito, é pena esta colisão de datas.

O que escreve o amigo António também é verdade, não só no que se refere à meia da Nazaré, como também à maratona de Lisboa, uma vez que a maratona do Porto se vai "encostar" um pouco mais à maratona de Lisboa, tornando menos viável a participação nas duas.

Abraço e até Domingo

José Alberto

Carlos Lopes disse...

Fernando

Boa prova

joaquim adelino disse...

Pois é amigo Farnando, a vida é assim. Mas compreendo a opção, quem tem responsabilidades tem de se desdobrar mas Peniche e os amigos vão ficar a perder com a ausência. Eu pelo menos fico, estava a contar bater um papo por causa do Trail e esfumou-se essa possibilidade, assim resta-me desejar uma ótima corrida e também uma boa companhia com os amigos lá do Norte.