quarta-feira, 24 de junho de 2009

O mostrengo dos 100


O mostrengo que estava em Colmenar
Na tarde escaldante pôs-se a pairar
Avisando todos mais de três vezes
Que mais de três vezes os faria parar;
E disse : -“ Quem é que ousou percorrer
Estes meus caminhos, que não desvendo?!
Aqui tão perto da Bola do Mundo!?!?”
E o homem do blogue disse tremendo:
-Aventureiros, monstro vagabundo!

- De quem são as pernas que pr’aqui vejo?
- Quanta é a afronta em vosso desejo?
Disse o mostrengo e rodou três vezes
Depois de soltar um enorme bocejo.
- Quem vem correr onde só eu corro?
E onde esperavam que eu dormisse
Nas longes terras que aqui circundo?
E o homem do blogue tremeu e disse:
-Aventureiros, monstro vagabundo.

Três vezes à bolsa a mão meteu
Muito mais de três, água bebeu
E disse no fim de correr 6 léguas
- Já estou arrumado! Tens razão, oh meu!
Q’ria muito vencer o espaço teu
Mas mais que o desejo da minha alma grogue,
De te derrotar, monstro vagabundo,
Manda a vontade que é lema do blogue:
Saúde em primeiro, Desporto em segundo .
e pronto, já "avacalhei" mais um clássico, mas isto andava-me cá atravessado...

5 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Maravilha!!

joaquim adelino disse...

Agora que a 1ª incursão está feita e são conhecidos os mandamentos de certeza que da próxima o Mostrengo nem dará conta que o intruso ali vai a passar novamente, sem pedir licença.
Abraço.

José Alberto disse...

Olá Fernando,homem do blog,

Gostei muito. Quem sabe não esquece.

Abraço

José Alberto

Fernando P disse...

Fantástico!!
A prova de que algo de bonito pode surgir mesmo das piores experiência.
Um abraço,
Fernando

Fernando Andrade. disse...

Amigos Ricardo, Adelino, Zé Alberto e Fernando
Obrigado por terem deixado aqui o vosso amável comentário à minha brincadeira.
Grande abraço.
FA