quinta-feira, 24 de junho de 2010

UTSF-Memorial Sálvio Nora

Serra da Freita

Correr, andar, trepar, lá nas alturas
Onde o ar rarefeito me enfraquece,
Por íngremes caminhos, rotas duras
Que só com quatro apoios me apetece;
Lindos quadros, belíssimas molduras
Que a gente ao contemplá-los se envaidece
E nos esquecemos da competição,
Que o prémio é a natura em nossa mão.

2 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Um óptimo fim de semana Fernando, com a Ultra pelo meio! Que venha de lá, feliz e contente!

Um beijinho
Ana Pereira

Fernando Andrade. disse...

Muito obrigado, Ana.
Veremos se me aguento nas canetas.
Também desejo que o seu fim de semana seja excelente lá por Peniche, com ou sem sardinhada, mas na senda da performance para a Maratona do Porto.
Beijinho.
FA